top of page

Aracne: a tecelã Afrontosa

Por: Erick Henrique, Diretor do Acampamento e Conselheiro do C3


Hey, campistas!

Tudo bem com vocês? Espero que sim!


O mito de Aracne contra Atena é uma história da mitologia grega que envolve a deusa Atena, a deusa da sabedoria e das artes, e uma mortal chamada Aracne, conhecida por sua habilidade excepcional em tecer. Essa história ilustra a punição de mortais que ousam desafiar os deuses e a relação complexa entre mortais e divindades.


Aracne era uma jovem tecelã na cidade de Lídia, famosa por sua habilidade no tear. Ela era conhecida por afirmar que suas habilidades de tecelagem eram superiores as da própria deusa Atena. Essa presunção e arrogância enfureceram Atena.


Atena, irritada com a afronta de Aracne, decidiu desafiá-la para uma competição de tecelagem. Elas concordaram em tecer cada uma um tapeçaria para provar quem era a melhor tecelã.


As duas começaram a tecer seus tapetes. Aracne criou uma tapeçaria incrivelmente bonita que retratava os deuses fazendo travessuras amorosas e transformando-se em animais. No entanto, sua tapeçaria também ridicularizou os deuses em algumas de suas representações. Atena, por sua vez, tecia uma tapeçaria que mostrava cenas de sua sabedoria e vitórias heroicas.


Quando Atena examinou o trabalho de Aracne, ela reconheceu a habilidade excepcional da jovem, mas ficou furiosa com a ousadia de Aracne em retratar os deuses de maneira desrespeitosa. A deusa, tomada pela raiva, destruiu a tapeçaria de Aracne e a golpeou na cabeça com seu fuso.


Em sua aflição, Aracne não suportou a humilhação e decidiu enforcar-se. Antes que ela pudesse completar o ato, Atena interveio para impedir que ela se matasse. No entanto, Atena não a deixou impune. Ela transformou Aracne em uma aranha para que ela passasse a eternidade tecendo suas teias, como um lembrete de sua arrogância e como uma punição por desafiar os deuses.


O mito de Aracne contra Atena é uma lição sobre a humildade e o respeito pelas divindades. Ele adverte contra a presunção e a insolência dos mortais em relação aos deuses, destacando as consequências da arrogância. Além disso, a transformação de Aracne em uma aranha serve como uma punição que se reflete na habilidade que a jovem mais valorizava, a tecelagem.


Comentem aqui se vocês acharam justo essa maldição, ou se acharam exagero da parte de Atena (Só tomem cuidado com os comentários, para não serem os próximos a sofrerem a ira da deusa da sabedoria!)


Vejo vocês em breve (A menos que eu vire uma aranha depois desse último post...)

1.042 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page